sábado, 26 de novembro de 2011

Terapias naturais devem complementas medicina convencional

Para Paulo Edson Reis Jacob Neto, presidente do Sindicato dos Terapeutas do Rio de Janeiro (Sinter-RJ), o avanço em relação às terapias naturais e a prestação de serviços de saúde gratuito não deve ser desconsiderado, mas ainda existem muitas limitações no processo de expansão da oferta de assistência médica para atender a demanda da população. “Os números comprovam essa realidade. Os indicadores socioeconômicos e sanitários demonstram o baixo nível de efetividade do sistema quando comparados aos padrões considerados mínimos para uma vida digna. As práticas terapêuticas alternativas devem complementar a medicina convencional e é fundamental encontrar propostas inovadores para a gestão desses serviços”, finaliza. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário