quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Tendência natural para a profissão contribui para formação de terapeutas

Segundo Paulo Edson Reis Jacob Neto, presidente do Sindicato dos Terapeutas do Rio de Janeiro (Sinter-RJ), o terapeuta tem que gostar de pessoas, de ajudar o próximo, de solucionar problemas e ter habilidades ou uma identificação com a profissão. Trabalhar com amor e ter o dom para tratar o ser humano com a dignidade que ele merece. “Para potencializar o dom o terapeuta deve estudar, praticar e se especializar constantemente. É um ciclo que começa com a vocação, passa pela qualificação, o reconhecimento legal, a prática, o acúmulo de experiências e retorna para a tendência natural que o indivíduo tem para exercer a profissão”, acrescenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário