terça-feira, 22 de novembro de 2011

Paciente tem o direito de escolher seu tratamento

De acordo com Paulo Edson Reis Jacob Neto, presidente do Sindicato dos Terapeutas do Rio de Janeiro (Sinter-RJ), a celebração do convênio pluriinstitucional entre o INAMPS, FIOCRUZ, UERJ e IHB, em 1985, possibilitou a realização de uma ação conjunta para a institucionalização da homeopatia nos serviços públicos de saúde oferecidos para a população. O entendimento foi de que a homeopatia seria uma proposta de universalização da assistência terapêutica, sendo que os usuários teriam o direito de escolha do tipo de tratamento que desejava ter. “É um direito de cidadania a ser garantido ao paciente. Este consenso teve como resultado uma série de recomendações que foram apresentadas a VIII Conferência Nacional de Saúde”, conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário